Informações atualizadas em 03 de maio de 2018.

Comparativo das Despesas das Câmaras Municipais - Grande ABC - SP - 2017

Com base nas informações disponíveis no portal da transparência municipal no site do Tribunal de Contas do Estado de são Paulo (http://transparencia.tce.sp.gov.br/municipios-csv), efetuamos um comparativo das despesas das Câmaras Municipais das cidades do Grande ABC paulista de todo ano de 2017: São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Santo André, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Planilha com os dados analíticos da tabela acima

Conforme tabela acima, podemos concluir que a Câmara que mais gasta em 2017 em valores absolutos é a de São Bernardo do Campo, no total de R$ 55,8 milhões, em segundo Santo André, com R$ 45,3 milhões, seguido de São Caetano do Sul, com R$ 41,9 milhões.

As despesas de 2017 da Câmara de Rio Grande da Serra representam 4,54% da Receita Corrente Líquida (RCL) de 2017, sendo o maior das setes cidades do Grande ABC. Em segundo lugar está Ribeirão Pires com 3,76%, seguido de São Caetano do Sul com 3,31%.

São Caetano do Sul é o município que gasta mais por vereador em 2017 (R$ 2,18 milhões), seguido por Santo André (R$ 2,15 milhões) e São Bernardo do Campo (R$ 1,9 milhões). São Caetano do Sul tem mais de 1 vereador por Km2, sendo 19 vereadores para um território de 15 Km2.

Dividindo-se a despesa total da Câmara em 2017 com a população estimada no mesmo ano, São Caetano do Sul é o município com o maior custo por habitante do Grande ABC (R$ 259,97), seguido de Ribeirão Pires (R$ 76,04) e Diadema (R$ 74,84).

Fontes de dados:

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now